Contatos

São Paulo

Rua Américo Brasiliense, 1923 - Conjunto 906 - Chácara Santo Antônio (Zona Sul) - São Paulo/SP

 (11) 3199-2930
(11) 95060-0756

Rio de Janeiro

Rua Lauro Muller, 116 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ

(21) 3195-0390

Visite o nosso site

Eis que uma luz no fim do túnel surge já neste primeiro mês do ano. Depois de um longo e desafiador 2020, entramos 2021 certos da aplicação da vacina de combate à Covid-19. Em São Paulo, maior centro comercial do Brasil, a vacinação teve início no último domingo, 17. A imunização ocorreu após a aprovação do uso emergencial da vacina do Instituto Butantan pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Daqui para a frente, haverá um rodízio que demandará um certo tempo até que todos os brasileiros possam ser atendidos. Sejam seis, oito meses ou pouco mais de um ano, haverá tempo hábil para que os empresários, donos de propriedades comerciais e players do mercado imobiliário possam olhar com carinho para melhorias, reformas e readequações em seus espaços.

Tudo isso, claro, continua sendo importante em razão da pandemia (e seus efeitos), mas pode (e deve) também ser mantida após a quarentena e o retorno aos escritórios. Com isso, todos ganham a médio e longo prazo.

  • Regularização predial

Conforme artigo publicado em novembro de 2020 (O que é preciso saber sobre os geradores de energia dos edifícios corporativos), abordamos a importância e o diferencial competitivo que os geradores de energia têm na hora de vender ou alugar um imóvel comercial. Assim como a localização, o preço do aluguel, a valorização econômica da região e a infraestrutura oferecida, os geradores precisam de uma atenção especial.

Para os empreendimentos comerciais que ainda não estão atentos a esta demanda, o tempo ainda incerto de normalização das atividades trabalhistas pode ser o período ideal para um check list completo que se transformará em boas oportunidades.

  • Reformas

Outro ponto que os empresários podem investir, aproveitando a ausência parcial dos colaboradores nos escritórios, é justamente a reformulação dos espaços, o que inclui mudanças no layout das salas, nova disposição das mesas de trabalho, reformas para criar novos espaços de convívio “coletivo”, entre outros.

  • Retrofit

Além disso, se o prédio for antigo e não estiver oferecendo seu melhor potencial de uso, pode ser o momento de pensar em um retrofit para potencializar sua força de trabalho.

Uma tendência na arquitetura e no design, as empresas ocupantes e os players do mercado imobiliário veem o retrofit com bons olhos, afinal, promover renovações e atualizações, mantendo as características intrínsecas da obra e oferecendo novas, é uma excelente oportunidade de revitalizar espaços que, muita vezes, estão em regiões privilegiadas.

  • Certificações

Outro ponto muito importante para valorizar os imóveis comerciais são os selos ambientais no universo de escritórios. No setor imobiliário, as certificações ambientais atuam em conjunto com normas e leis para promover e fomentar práticas de construções sustentáveis.

O LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) é o selo ecológico com maior reconhecimento a nível internacional. É também o mais presente no estoque de edifícios corporativos das grandes cidades brasileiras. Será que o seu edifício está certificado?

  • Acessibilidade

Além disso, não podemos esquecer de outra questão muito importante na hora de alugar ou comprar um imóvel comercial: a acessibilidade que ele oferece.

Geralmente se associa ‘acessibilidade’ a pessoas com deficiência física/motora, afinal, elas realmente precisam de acessibilidade para desempenhar suas rotinas de trabalho.

No entanto, entender esse termo como uma possibilidade de acessar um lugar, serviço, produto ou informação de maneira segura e autônoma, pode contribuir para que a acessibilidade beneficie a todas as pessoas, com ou sem deficiência. Já parou para pensar nisso?

Lembrando que os edifícios que dispõem de certificações de acessibilidade também se destacam entre os demais que não possuem.

  • Facilities pode ser uma arma poderosa no combate à Covid-19

Cada empresa possui uma realidade de trabalho e conhece bem seu público interno, demandas, dificuldades e oportunidades. Para pensar sobre a retomada das atividades nos escritórios sugerimos também a leitura deste artigo: Qual o seu protocolo para a retomada das atividades?

“Facilities management” é um campo interdisciplinar que se ocupa da coordenação de espaços, infraestruturas, pessoas e organizações. Edifícios de escritórios, centros comerciais, hospitais e hotéis podem se beneficiar com essa aplicação.

As empresas já adotaram diversas medidas de segurança de combate à Covid-19 ao longo de 2020. Em um primeiro momento todos precisaram trabalhar em casa e aos poucos, as atividades parciais nos escritórios foram sendo retomadas.

O que sua empresa já fez ou pode fazer

– o home office evitou o deslocamento dos funcionários e assim diminuiu o contato com outras pessoas no transporte coletivo;

– aferir a temperatura dos colaboradores na entrada do prédio se fez fundamental;

– disponibilizar álcool em gel e em alguns casos protetores de acrílico também são alternativas importantes, já que auxiliam no distanciamento e evitam o contato com fluidos projetados durante a fala;

– os edifícios comerciais promoveram a redução de pessoas nos elevadores com marcação no chão para não aglomerar;

– o distanciamento entre as mesas e postos de trabalho quando os funcionários estão no escritório é uma medida favorável à segurança de todos. Outras empresas adotaram rodízio e agendamento de postos de trabalho;

– a limpeza dos ambientes nunca foi tão importante e redobrada, assim como dos filtros de ar condicionado;

– conferências, reuniões e eventos passaram 100% para o formato virtual. Talvez em alguns momentos não tenha sido a melhor opção, mas atendeu bem as demandas;

Algumas outras implementações requerem mais estudo e mais investimento. De qualquer maneira são também legítimas e, a longo prazo, são bons diferenciais:

– catracas inteligentes com reconhecimento facial apesar do uso da máscara e outras até com medidor térmico são alternativas em alguns edifícios;

– substituição da biometria e de crachás por ponto virtual é outra possibilidade;

– Face Access, um controlador que capta a face dos usuários cadastrados e libera os acessos para os departamentos; um investimento um pouco mais alto que talvez exija mais estudo de aplicabilidade;

– Portas automáticas para evitar o contato direto;

– Bicicletário com vestiário para promover um deslocamento individual e mais seguro aos colaboradores que moram próximo do trabalho; sobre este tema sugerimos a leitura do artigo Mobilidade Urbana: bicicletários podem influenciar na escolha de um edifício de escritórios?

Voltando à premissa inicial deste artigo, todas essas medidas podem contribuir para um melhor retorno às atividades nos escritórios. E enquanto a fila da vacinação acontece e as expectativas aumentam, os edifícios comerciais podem se antecipar e promover reformas e melhorias que aquecerão o mercado imobiliário.   

Fonte: algumas informações sobre Facilities foram retiradas do e-book “Facilities no combate à Covid-19” de Erik Benito e Leandro Adelino, disponível no LinkedIn.


Texto escrito por: Fernando Acédio, consultor de negócios da RealtyCorp

Com 20 anos de experiência profissional em empresas privadas multinacionais, na área de Real Estate, Pesquisa de Mercado, Negociação de Imóveis (compra e venda), Negociação de Contratos de Locação, Busca de pontos/imóveis em todo o território nacional, Coordenação da 1ª pesquisa (50 pessoas) de áreas industriais (galpões, terrenos, fábricas) detectando novas demandas, ofertas e tendências de mercado realizado na Grande São Paulo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *