Contatos

São Paulo

Rua Américo Brasiliense, 1923 - Conjunto 906 - Chácara Santo Antônio (Zona Sul) - São Paulo/SP

 (11) 3199-2930
(11) 95060-0756

Rio de Janeiro

Rua Lauro Muller, 116 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ

(21) 3195-0390

Visite o nosso site

A cidade de São Paulo possui 11,16 milhões de m² locáveis de escritórios em edifícios corporativos (Corporate¹) e 5,04 milhões de m² locáveis de escritórios em edifícios Office¹ (pequenas salas comerciais). Do estoque total, 15,14% estão em edifícios Corporate¹ A+, 9,99% em edifícios Corporate¹ A e 43,78% em edifícios Corporate¹ Classes B e C (conhecidos como Outros), totalizando 68,90% de escritórios Corporate¹ na cidade de São Paulo. Os 31,10% restantes estão em edifícios Office¹.

Abaixo apresentamos o painel de tendências do mercado Corporate da cidade de São Paulo

Fonte: RealtyCorp

Devido ao impacto causado pela pandemia da Covid-19, nos 2º e 3º trimestres de 2020 tivemos uma absorção líquida negativa no universo de edifícios corporativos na cidade de São Paulo. Conforme demonstra o gráfico abaixo, se somarmos o 2º e 3º trimestres, observamos uma absorção líquida negativa de 206 mil m² no universo Corporate¹ nos últimos 06 meses. A taxa de vacância do Corporate¹ A/A+, que no início do ano era de 11,67%, chegou agora no 3º trimestre de 2020 a 16,08%. Enquanto a taxa de vacância do Corporate¹ outros passou de 14,28% no 1º trimestre para 16,05% no 3º trimestre de 2020. Se considerarmos a projeção do PIB para o final de 2020 e a alta taxa de desemprego, poderemos chegar ao final de 2020 com uma taxa de vacância em torno de 20% para todo o universo Corporate¹ (A+/A/B/C).

Fonte: RealtyCorp

Região Paulista

O estoque total de escritórios da região Paulista é de 2,62 milhões de m² locáveis. Sendo que, deste estoque total, 32,92% está em edifícios Office¹, 5,57% em edifícios Corporate¹ Classe A+, 10,44% em edifícios Corporate¹ A e 51,07% em edifícios Corporate¹ B e C (Outros), resultando em 67,08% do estoque total em edifícios Corporate¹. Abaixo apresentamos os indicadores do mercado Corporate da região Paulista.

Fonte: RealtyCorp

A Avenida Paulista, uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, é também conhecida por abrigar grandes escritórios, principalmente de bancos, empresas de serviços e escritórios de advocacia. Apesar da grande maioria dos edifícios da Paulista serem mais antigos, muitas empresas valorizam o endereço e continuam na região. A taxa de vacância nos edifícios Corporate¹ durante a pandemia subiu de 11,17% no início do ano para 12,63% no 3º trimestre de 2020. Já a taxa de vacância do A/A+ subiu de 5,9% para 9,61%.

Fonte: RealtyCorp
Fonte: RealtyCorp

A média dos preços pedidos de locação em edifícios Corporate¹ A e A+ na região da Paulista fechou o 3º trimestre de 2020 em R$ 122,30/m², registrando uma queda de 1,12% em relação ao 1º trimestre de 2020. Para o universo Corporate¹ Outros, que atualmente está com a média de preços em R$ 72,39/m², a queda foi ainda um pouco mais acentuada, de 1,91% em relação ao 1º trimestre de 2020.

Veja ainda os dados do mercado de escritório do Rio de Janeiro e os dados do mercado industrial e logístico do Brasil no relatório trimestral da RealtyCorp – Clique Aqui


Texto escrito por: Marcos Alves, Sócio-Diretor da RealtyCorp.

Marcos Alves é sócio fundador da RealtyCorp e atualmente é o Diretor de Locações da empresa. Possui 20 anos de experiência em Corporate Real Estate, período em que desenvolveu e participou de vários negócios e projetos relacionados à Desmobilização de Portfólios, Investimentos Imobiliários, Incorporações, Gerenciamento de Contratos, Representação Corporativa e, mais recentemente, se especializou na análise do comportamento do mercado de escritórios das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira na área imobiliária em 2000 na CBRE, já em 2004 participou ativamente da fundação da Ocupantes onde foi sócio até 2013 e em 2014 fundou a RealtyCorp. Analista de Sistemas, MBA USP em Real Estate, membro da Corenet Global e membro da Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS) – MRICS.

2 Comments

  • Bennie Antonio, 16/03/2022 @ 15:16 Reply

    Everyone loves what you guys tend to be up too.

    This type of clever work and coverage! Keep up the fantastic works
    guys I’ve included you guys to my blogroll.

    • Bruno Andrade, 16/03/2022 @ 16:59 Reply

      Bennie, thank you for follow us and keep up for to see the next contents.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *