Contatos

São Paulo

Rua Américo Brasiliense, 1923 - Conjunto 906 - Chácara Santo Antônio (Zona Sul) - São Paulo/SP

 (11) 3199-2930
(11) 95060-0756

Rio de Janeiro

Rua Lauro Muller, 116 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ

(21) 3195-0390

Visite o nosso site

Enquanto as taxas de vacância caem trimestre após trimestre em regiões consolidadas como Faria Lima/ Itaim Bibi – já são nove trimestres seguidos em queda, desde o 3º trimestre de 2016 – algumas regiões mais periféricas ainda sentem forte o peso da crise que o país passou nos últimos anos.

É o caso, mais precisamente, da Chácara Santo Antônio.

Idealizada em meados dos anos 1980 com o projeto SPOP (São Paulo Office Park), a Chácara Sto. Antônio foi, talvez, a região mais afetada pelo fenômeno do flight-to-quality. E isso é muito fácil constatar quando olhamos para os prédios AAA da região da Chucri Zaidan e percebemos que várias das empresas ocupantes desses prédios são oriundas da Chácara Santo Antônio, como ilustra o quadro abaixo:

É interessante notar que, mesmo que essas empresas tenham saído há alguns anos, ainda existem espaços que continuam vagos desde então. Nunca foram ocupados novamente.

Traçando novamente um paralelo, enquanto a vacância da região da Faria Lima/Itaim Bibi cai paulatinamente, baixando dos 10% para os prédios A e B. Na Chácara Santo Antônio esse índice está rondando os 25% desde o início de 2017 e acima de 20% desde o início de 2016.

Porém, para 2019 o cenário é mais animador. Além da barreira física entre a região da Chucri Zaidan ter sido quebrada com a construção da avenida Cecília Lottenberg, que faz a ligação da Chucri Zaidan com a Chácara Santo Antônio (embora o túnel ainda não tenha ficado pronto), o mesmo mercado que tirou as empresas há 2 ou 3 anos pelo flight-to-quality promete trazer outras empresas que vão navegar no que estamos chamando de flight-to-price.

Outra vantagem da Chácara Santo Antônio é que, ao contrário das regiões da Berrini e Vila Olímpia, a região fica mais próxima a uma estação de metrô (Borba Gato – Linha Lilás – cerca de 2km) e não depende apenas da linha 9 esmeralda, da CPTM.

Outro indicador que mostra que a vacância tende a cair é a atividade construtiva, ou a falta dela, no caso. A Chácara Santo Antônio não possui nenhum prédio em construção. Os dois últimos a serem entregues foram o Win Work e o Urbanity. Ou seja, não há nenhuma “ameaça” de aumento significativo de vacância, no curto prazo.

Enquanto as empresas estão vindo aos poucos, os coworkings vão ajudando a diminuir a taxa de espaços vagos. O último caso desses é da rede americana Knotel, que acaba de chegar ao Brasil e fechou a locação de 9. 000m² em três edifícios da São Carlos na Região.

Assim como o Marcos Alves disse no texto dele da semana passada que o mercado voltou a retomar alta nos preços de locação, os contratos que foram assinados há dois ou três anos, fatalmente sofrerão revisional para cima. E é aí que as regiões com maior vacância virarão oportunidades para empresas que buscam diminuição de custos.


Texto escrito por: Gerson Rodrigues, Sócio-Diretor da RealtyCorp

Trabalhando no mercado imobiliário corporativo desde 2005, atuou em Tenant Representation por 04 anos na Ocupantes Real Estate atendendo diversos clientes em São Paulo, Rio de Janeiro e Nordeste do País. Durante outros 04 anos liderou a equipe de captação e pesquisa da Buildings Pesquisa Imobiliária adicionando ao conhecimento comercial, também o conhecimento técnico de todos os edifícios dos principais mercados. Há mais de 03 anos vem atuando na RealtyCorp atendendo aos mais variados clientes corporativos. Formado em Marketing pela Universidade Paulista, é Técnico em Transações Imobiliárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *