Contatos

São Paulo

Rua Américo Brasiliense, 1923 - Conjunto 906 - Chácara Santo Antônio (Zona Sul) - São Paulo/SP

 (11) 3199-2930
(11) 95060-0756

Rio de Janeiro

Rua Lauro Muller, 116 - Botafogo - Rio de Janeiro/RJ

(21) 3195-0390

Visite o nosso site

O atual cenário social e econômico provocado pela crise da Covid-19 no Brasil e no mundo tem protagonizado muitas incertezas em vários setores e segmentos da sociedade. Contudo, focar nas dificuldades só vai nos fazer ter medo do futuro. Pensar nas possíveis oportunidades não é tão estranho na prática quanto poderia soar nesse momento. Existem, sim, probabilidades de crescimento e expansão para o mercado corporativo imobiliário na cidade de São Paulo, e é sobre isso que falaremos aqui.

Como mencionado em artigo publicado anteriormente, a cidade de São Paulo é o centro financeiro do Brasil e também a sede dos principais grupos empresarias nacionais e globais. É a capital brasileira dos negócios e apresenta as melhores opções de infraestrutura em todos os sentidos, o que atrai os principais players de diversos negócios para instalar suas operações.

Assim como Moema (Moema: o futuro polo corporativo de São Paulo, artigo de Alan Roger), o bairro do Tatuapé/Anália Franco também merece estar no radar de grandes empresas e investidores. Isso porque apresenta uma excelente infraestrutura que pode (e deve) gerar viabilidades para o desenvolvimento corporativo (apesar da crise), atraindo novas oportunidades de negócios e expansão dos já existentes.

A região Leste de São Paulo concentra a maior parte da população da capital. É o lar de mais de 200 mil profissionais hoje atuantes em cargos de liderança em outros cantos da cidade. Grande parte são jovens empreendedores e mentes criativas que buscam se desenvolver longe de suas casas.

Tatuapé/Anália Franco conta hoje com vastas opções de parques, shopping centers, escolas e excelentes restaurantes, lojas de alto nível, bares, academias, supermercados, faculdades e centros comerciais. Há algumas clínicas e centros hospitalares de diversas especializações e grandes hospitais. Ainda se apresenta como uma ótima opção para morar, já que mostra pluralidade de comércios e serviços e oferece boa qualidade de vida para seus moradores.

Duas estações de metrô e uma de trem fazem a população circulante da região se deslocar com facilidade, por meio da Estação Tatuapé e Carrão. Além disso, diversas linhas de ônibus da SPTrans são encontradas na Radial Leste e em algumas ruas e avenidas do distrito.

Está localizado próximo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica), é de fácil acesso por rodovias e pelo rodoanel, e não apresenta restrições de altura para a construção de novos edifícios (como é comum em regiões coladas a aeroportos), além de estar fora do rodízio municipal.

Análise da região

De acordo com o nosso banco de dados, que detém todos os edifícios comerciais cadastrados, a quantidade de edifícios Offices e Corporates na região do Tatuapé/Carrão totaliza 57 prédios com área total de 233.244,42 m² e área disponível de 36.362,63 m². Dos 57 edifícios, 12 são Corporativos e 45 Offices. A disponibilidade de locação é de 15,60%.

Olhando para o gráfico abaixo é fácil identificar que a curva da taxa de vacância na região Tatuapé/Carrão, em se tratando de Office e Corporate de todas as classes (de A a C) caiu nos últimos meses.

Novos ares

O isolamento social causado pela pandemia que estamos enfrentando também mostrou possibilidades de novas formas de trabalho. A modalidade de atuação home office, que já está no mercado há anos, ganhou grande visibilidade e expansão.

Em um primeiro momento, era cedida como benefício para cargos de confiança ou funções estratégicas e por isso, sofria forte resistência devido à sensação de falta de controle das empresas. A crise emergiu, pegou a todos nós de surpresa, e eis que vimos muitas empresas e profissionais se adequarem (ou readequarem) a essa “nova” forma de trabalho.

Em outras palavras, o mercado corporativo continua em movimento constante fazendo uso de um centro de apoio ou de trabalho descentralizado e isso tende a aumentar pelas boas oportunidades econômicas e sociais que virão após a crise.

As empresas estão inclinadas a perceber, cada vez mais, que os colaboradores ganham qualidade de vida quando trabalham em casa, evitando o deslocamento e não encarando o transporte público em horários de pico; a poluição da cidade também é menor com menos veículos circulando.

De bairro dormitório no passado, o Tatuapé/Anália Franco passou a ser, nos últimos anos, um polo comercial de grande interesse e oportunidades. A região precisa de novos edifícios corporativos/comerciais para atender uma demanda cada vez maior de grandes e médias empresas, ainda que parte de suas equipes de trabalho sejam mantidas remotamente.

*Algumas informações para compor este artigo foram consultadas nos sites abaixo:

https://porte.com.br/https://www.tegraincorporadora.com.br/

Texto escrito por: Fernando Acédio, consultor de negócios da RealtyCorp.

Com 20 anos de experiência profissional em empresas privadas multinacionais, na área de Real Estate, Pesquisa de Mercado, Negociação de Imóveis (compra e venda), Negociação de Contratos de Locação, Busca de pontos/imóveis em todo o território nacional, Coordenação da 1ª pesquisa (50 pessoas) de áreas industriais (galpões, terrenos, fábricas) detectando novas demandas, ofertas e tendências de mercado realizado na Grande São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *